sábado, outubro 02, 2004

3 comentários:

Markito disse...

Gostei mais do sir William Shaks.. esperemos k a nossa cenourinha continue a cultivar-nos com essa sua cuuultura imprescindivel ao nosso dia a dia, pois faz-nos reflectir sobre algumas coisas da vida..Parabens..
Ass. MARKITO

M@nuel disse...

Cenourex..
está muito giro o blog.. e esta coisa do tempo em particular.. borboletas.. a caminho! ;))

Eduardo disse...

Jazuu! Este texto do Mário Quintra é mesmo muita bom. É cada frase, cada lição. Não sei quem é o gajo, nem que idade tinha quando escreveu isto, mas tinha de já ter muita carga nos ombros para conseguir mostrar em frases o puzzle completo com as peças que todos nós, pela inocência, ainda temos ainda em separado. Very well, cenoura! Quem te aconselhou a escrever e pôr cá fora o que aí vai, aconselhou bem!